Ciclo de Estudos – O Método para Concursos

Estudar para concursos não é fácil. Em geral, são várias as matérias cobradas em um edital. Muita gente desiste da caminhada quando descobre que vai precisar estudar disciplinas que nunca viu antes.

Muitos concurseiros, ao se depararem com essa realidade, já ficam desanimados e não sabem como lidar com tal situação.

Mas qual seria a melhor forma de estudar para concursos públicos?

O melhor método de estudo é aquele que se encaixa perfeitamente a você, e não o que outra pessoa utilizou, seja lá quem ela for.  Nenhuma pessoa, nenhuma mesmo, tem a mesma vida, rotina e problemas de outra.

O melhor método de estudo, porém, passa sempre pelos quesitos disciplina e determinação, atributos essenciais de quem quer realmente passar em um concurso público.

Várias ferramentas estão disponíveis para melhorar seus estudos, mas somente algumas sobrevivem ao teste do tempo. O Ciclo de Estudos é uma delas.

.

Ciclo de Estudos

Ciclo-de-estudos-rotina-trabalho

Pense na sua rotina, seu dia a dia.

Você acorda, escova os dentes, toma café, vai para o trabalho/escola/faculdade, almoça, faz suas atividades da tarde, volta para casa, janta, navega um pouco no Face, assiste uma novela, dorme – acorda, escova os dentes, toma café…

Pode ser que sua rotina seja diferente, mas a essência é essa: um ciclo de rotinas diárias com pouca ou nenhuma alteração.

Um Ciclo de Estudos funciona de forma semelhante, formando um ciclo com as disciplinas que você precisa estudar.

,

Como Funciona

Ciclo de Estudos é o método criado pelo grande mestre Alexandre Meirelles e que ficou famoso graças à disseminação de um texto do ano de 2006, chamado: o “Manual do Concurseiro”.

A ideia é bem simples – O ciclo será composto de matérias que devem ser estudadas na ordem em que nele aparecem, independentemente do dia e da hora em que se está estudando, dando continuidade de onde parou no estudo anterior. Sendo assim, caso tenha estudado até a disciplina “C” hoje, amanhã você deve reiniciar seus estudos a partir de onde parou no ciclo, ou seja, continua pela disciplina “D”, ou até mesmo o restante da “C”, se não deu tempo para terminá-la na vez anterior.

Não importa em qual hora do dia nem quantas horas você estuda em cada dia, o que importa é que você tem que continuar de onde parou no dia anterior, de modo a não prejudicar ou beneficiar alguma matéria por conta de fatos do dia a dia.

 

Os Benefícios do Ciclo de Estudos 

O professor Alexandre Meirelles lista em seu site quais são os motivos para o uso desse método. Confira:

  • Você verá várias disciplinas por dia, evitando ficar dias e dias só olhando uma ou duas e esquecendo todas as outras;
  • Será obrigado a estudar as disciplinas que não gosta ou as que sabe menos, evitando o tradicional erro de só estudar o que gosta mais ou o que sabe mais. Garanto que 99% das chances de você ser eliminado em uma prova será em disciplinas que não gosta, e não nas que gosta;
  • Reduz bastante o esquecimento, porque o mantém em contato com várias disciplinas de seu concurso de poucos em poucos dias;
  • Aumenta sua motivação ao ver que está “rodando” mais rapidamente seu ciclo, ou ao menos aumentará sua cobrança pessoal em fazer isso.
  • O cérebro está sempre “fresco” para receber novas formas de raciocínio ao mudar as disciplinas de poucas em poucas horas ou minutos;
  • Por último, o principal: ele que se adapta a sua rotina e não o contrário, você tendo que se adaptar a ele, como no uso dos quadros de horário.

Saiba mais no Projeto “Método de Estudo” do professor Alexandre Meirelles.

,

Exemplo de Ciclo de Estudos

Vamos imaginar um concurseiro que está começando os seus estudos para o cargo de Analista Ambiental do IBAMA.
Neste primeiro momento, o concurseiro pode usar um Ciclo de estudos maior, com duração maior de horas em cada disciplina, e um número reduzido de disciplinas.

Pode começar com um Ciclo de 24h, por exemplo, com as 6 disciplinas básicas do Concurso do IBAMA:

  • LÍNGUA PORTUGUESA
  • ATUALIDADES
  • ÉTICA NO SERVIÇO PÚBLICO
  • NOÇÕES DE DIREITO CONSTITUCIONAL
  • NOÇÕES DE DIREITO ADMINISTRATIVO
  • LEGISLAÇÃO DO SETOR DE MEIO AMBIENTE

Veja só como ficaria o Ciclo de Estudos:

Ciclo-de-Estudos-Exemplos

Suponhamos que você começou hoje seu novo ciclo, então você começará lá na 1ª disciplina, que é Língua Portuguesa, e a estudará por 2h30.

Terminadas as 2h30, passe para a disciplina seguinte, que é Legislação e a estude por mais 2h30. Acabou?

Então vá para Direito Constitucional por 2h.  E assim continua até a última matéria.

Quando você terminar, terá estudado as 24 horas do ciclo e terá dado uma “rodada” nele.

Agora, é só começar tudo de novo, lá da 1ª disciplina do 1º quadrinho, que é Língua Portuguesa e o ciclo recomeça.

 

Veja Também:

Concurso do INSS 2018

Concursos Militares

Concurso Petrobras 2019

 

Atenção

Esse é apenas um exemplo para ilustrar a ordem das matérias a serem estudadas, mas o ritmo quem vai ditar é você. Seu programa de estudos não é algo imutável. Jamais.

Obviamente, o ideal é rodar o ciclo no menor tempo possível.

Se você vai levar 5, 10, 20 dias para completar uma rodada do ciclo, sem problemas. Você que sabe quantas horas tem disponíveis para estudar por dia.  O Ciclo de Estudos deverá ser fechado de acordo com o seu tempo disponível.

Ciclo-de-Estudos-Recomeço

.

Não é fácil passar em um concurso público, mas é muito recompensador. É um investimento para o resto da sua vida, por isso tenha muito foco e persistência que com certeza você será aprovado. Sinta a Felicidade de Uma Aprovação!

 

#Dica

Confira o artigo A Verdade Sobre a Falta de Tempo para Estudar  e descubra como encontrar mais algumas horinhas valiosas para te ajudar a conquistar seus sonhos.

 

Dúvidas? Deixe uma mensagem abaixo, será um prazer te ajudar 😉

 

.

 

Ciclo de Estudos – O Método para Concursos
5 (100%) 2 votes

One reply on “Ciclo de Estudos – O Método para Concursos

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *